unidade recife unidade maceio facebook


Unidade Recife

pin.png Rua Ernesto de Paula Santos, 607 | Boa Viagem - Recife / PE


aluno-conectado

ícone título Fique por dentro

Quando e por que o leão foi adotado como mascote da MGM?


Fonte: Guia dos Curiosos

Na verdade, "Léo o leão", como é conhecido, apareceu antes mesmo da fundação da Metro-Goldwyn-Mayer. O logotipo com Léo foi criado em 1916 por Howard Dietz, executivo de propaganda da Goldwyn Pictures Corporation, e foi inspirado no grito de guerra da Universidade de Columbia, intitulado Roar, Lion, Roar ("Ruja, Leão, Ruja"). Em 1924, a Goldwyn se juntou à Metro e à Louis B. Mayer e o leão logo se tornou o símbolo do novo estúdio. No entanto, o público dos cinemas só pôde ouvi-lo rugir pela primeira vez em 1928, quando o som passou a ser reproduzido por um fonógrafo. O primeiro leão a "interpretar" Léo foi Slats ("tabuinha") e ele aprendeu a girar a cabeça e rugir na hora certa com Volney Phifer, um famoso treinador de animais em Hollywood. Na época, o leão excursionava pelos Estados Unidos para promover o estúdio e, como um bom felino, sobreviveu a dois acidentes de trem, uma enchente no rio Mississippi, um terremoto na Califórnia, um incêndio e um acidente de avião. Slats morreu em 1936 e, mais tarde, foi substituído por Jackie, Tanner e Jackie II. No logo da MGM, pode-se ver um círculo ao redor de Léo com inscrições em latim. É o lema do estúdio: Ars Gratia Artis, que quer dizer "Arte pela Arte".


< Voltar