Como funciona um sismógrafo?


Fonte: Super Interessante

O sismógrafo, a rigor, não funciona sozinho. Depende do sismômetro, um sensor instalado em locais tranqüilos e pouco povoado, que detecta oscilações na superfície terrestre, desde pequenos abalos, até grandes terremotos. O sensor consiste, basicamente, numa bobina que envolve um imã pendurado numa mola. Toda vez que a terra treme, o imã balança e produz na bobina uma corrente elétrica, que é transmitida por meio de cabos ao sismógrafo. Dentro dele, nos modelos mais conhecidos, uma espécie de caneta, acionada pelos impulsos elétricos, move-se sobre um cilindro de papel compondo os sismogramas - gráficos a partir dos quais os abalos são medidos e analisados.


< Voltar