Curta e acompanhe nossa página no Facebook  
facebook
instagram
Fale Conosco

Colégio Anchieta - Recife Colégio Anchieta

  • Rua Ernesto de Paula Santos, 607
    Boa Viagem - Recife / PE
  • 81 3466-3830 / 3326-3714

Aluno CONECTADO

Acesso à área restrita

ícone título Fique por dentro

Bode expiatório


Fonte: Terra

Você não fez nada de errado, mas levou a culpa, ou seja, foi o bode expiatório da história. A expressão, explica Ari Riboldi, teve origem em um ritual judaico anual chamado Dia da Expiação (Iom Kippur, em hebraico), que pode ser lido no capítulo 16 do Levítico, livro do Antigo Testamento da Bíblia.

Conta-se que sacerdotes levavam dois bodes ao templo de Jerusalém para que um deles fosse escolhido, em sorteio, para ser sacrificado e queimado com um touro. O sangue de ambos era colocado nas paredes do templo. O outro animal, livre do sacrifício, tornava-se o bode expiatório, que virava um símbolo de purificação e expiação dos pecados e culpas. O sacerdote, então, colocava as mãos sobre a cabeça do animal para confessar todos os pecados de Israel. Em seguida, o povo também depositava os seus erros no animal. Dessa forma, acreditavam que acalmava o demônio e o povo ficava livre dos males cometidos.


< Voltar